Google+ Followers

segunda-feira, 27 de abril de 2015

O Amor Não é Cego


O amor é tudo, menos cego.
Pois somente com amor enxergamos a sinceridade e o carinho verdadeiro quando nós realmente amamos.
Aproximamos do Pai, por se não pelo filho, porque ninguém vai ao Pai sem antes ao caminho de luz que reflete o amor que reflete o filho. (João 14:16)
Então com um sentimento que enxerga até mesmo através do véu, que se rasgou depois do maior dos holocaustos.
Onde o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus... (Hebreus 9:14)
E mesmo assim, a face, a carne, não percebera a mais pura partícula da essência de vida e alegria na pessoa que ama e é amada? Como podes ele ser cego? Se Tal advogado fiel é libertador do cárcere que é o mundo, o da transgressão e de odores desagradáveis diante ao Pai. Hoje há um Deus vivo e puro em glória e pai que corrige o que ama e açoita a qualquer que recebe por filho. (Hebreus 12:6)
Uma vez recebido, que depende somente de ti, vê mais uma vez desse amor e como ainda pode ser cego?
_ Por isso, meus sentimentos por ti são: puros, sinceros, belos como também meigo, além de cociente e edificado em Pedra angular eterna, e jamais poderia ser cego!

Amo-Te, meu eterno amor. E vós em Cristo

domingo, 6 de abril de 2014

SONHO, ENCANTO E DESEJOS.

SONHO, ENCANTO E DESEJOS.
Devaneios e loucuras;
Magias e seduções;
Flocos de algodões, mero prisma a brilhar,
O que outrora nem era dito e muito menos pensado.
O preto agora absorve e esquenta,
Não daquele jeito ardente, prazeroso;
Mas sim daquela forma que nos levam as vias de fatos.
Vias que não levam de fato a lugar nenhum, nem ao aconchego;
Nem a compreensão, mas a mesma sensação de frio e calor, o calor do fino frio gume afiado a navalhar dilacerando o que era alegre e charmoso, ou apenas inocente.
Sabe-se que irá trás o medo e o medo a insegurança;
Sabe-se que é a insegurança é a mãe da incompreensão;
Se tudo for de “mal a pior”, é sintoma de paraplegia,
Alguém esta sentado com o olhar além do horizonte;
Sem ação, ou o pior, sem a intenção de agir.
Há mais nada que se possa ser feito, nada se pode fazer, pois a “mesmice” se instalou e dali não sai.
Não importa o que faz ou deixa de fazer, sem formula da equação na há fatoração;
Quem a têm nunca em um dilema se encontra para qual teorema não equacionar.
Formula que não precisa ser garimpada ou germinada na mente brilhante do grande expoente;
Basta olhar dentro de vós, serdes paciente e atento que a compreenderá.
Nada pode no frio do coração, que outrora acalentou e doce a seduziu, hoje te apavora;
 E embebe se, e dá, em cicuta que a mata.
Não veja o avante, nem o que passou, ou o qual árduo foi, ou qual árduo será, ou mesmo que hoje seja;
Apenas procure na poça que a relva deixou o que de fato reflete,
O que realmente enobrece e acalenta a alma.
Não se esvai pela larga avenida que pode fazer felicidades alheias, apenas porque são capazes disso ou daquilo, pois muitos são capazes de grandes proezas, mas nunca chegam aquele restinho que sempre falta.
Resta nada do nada, e aquele trecho que fora reluzente e chamativo agora esburacado valor algum tem! Portanto nada de complicar, basta deixar fluir como no caudaloso e majestoso leito que sempre cumpri seu propósito em rio de água pura que rega a arvore que nunca cessa ou cai às mãos do lenhador.
Águas Lindas de Goiás; 17 de março de 2014.


Alex Müller

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Sinceridade e Amor Verdadeiro

O amor é tudo, menos cego!
Pois somente com o amor enxergamos a sinceridade e o carinho verdadeiro quando nós realmente amamos. Aproximarmos do Pai, por se não pelo filho, porque ninguém vai ao Pai sem antes ao caminho de luz que reflete o filho. (João 14:6)
Então como um sentimento que enxerga até mesmo através do véu, que se rasgou depois do maior dos holocausto.
 Onde o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus... (Hebreus 9:14)
E Mesmo assim, a face, a carne, não percebera a mais pura partícula da essência de vida e alegria na pessoa que ama e é amada? Como podes ele ser cego? Se  Tal demostração de amor fora feita para, que, todos que declara o filho como seu advogado fiel e libertador do cárcere que é o mundo, o da transgressão e de odores desagrádeveis ao Pai.  Hoje servirdes a um Deus vivo e puro de glórias e pai que corrige o que ama e açoita a qualquer que recebe por filho. (Hebreus 12:6)
Uma vez recebido, que depende somente de ti, vê mais uma vez a essência desse amor e como podes ser cego?

_ Por isso, meus sentimentos por ti são: puros, sinceros, belos como também meigos, além de consciente e edificado em Pedra angular eterna e jamais poderia ser cego. Amo-Te, meu eterno amor.E vós em Cristo.

Dor e Dores


Dor e Dores...

Nada porá por terra, a não ser o seu sorriso.
A não ser o brilho radiante de seu olhar.
A não ser o seu poderoso e suave toque.
O véu se rasgou e toda verdade aparecera;
Toda dor se suprimirá;
Tudo será aniquilado.
Mas somente sua segunda vinda;

A alegria reinará sobre todo sofrimento, e nenhum mal fará sentido.
Hoje o que resta é muito vazio por tempos inacabáveis e que são preenchidos por vácuo, nada, além disso. Vácuo que luta lado a lado do egoísmo, a ignorância e da intolerância, pois sóis humanos duros de corações e amargurados em vão.
“Mas humanos são os desejos carnais;
Mas humanos são os erros capitais;
Mas humanos são os sonhos colossais.”
Talvez por falta de estrutura, de entendimento ou de buscá-los, as ambições pela doce metamorfose da carne escravizam os. 
Por falta da sonhada “Sophia” em trevas se encontram em pervertido pântano fétido.
Por falta de fé, fugirão as possibilidades da Glória, pois só há verdadeira sabedoria nela.

Desvalidos e medíocres são negligenciadores do mais puro de todos os sentimentos. Fali a instituição mais sagrada, seu espírito fraquejou diante das adversidades, deixando o desejo prevalecerem sobre o corpo e curvar-se diante do trono demoníaco que reina soberanamente nas profundezas abismal das entranhas da Terra.
Esqueceste da verdadeira videira que gera os firmamentos de terra, ao qual é Santo e digno de todos os louvores.
A qual se senta em mais alto dos tronos e espera que tu te encurves diante dessa Luz e humildemente o convide para ser seu Rei porque é o maior do que todos os reis da Terra.
Se, têm dores, é porque não procura o Remédio e o Médico.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Pé de Uva Prateado


Pé de Uva Prateado

A uva prateada nasceu de uma promessa;
Promessa que foi cultivado por muitos anos antes de se germinar.
Quando germinou parecia que aquele pequeno broto não resistiria.
Mas veio o vento, a chuva e o sol árduo e ela além de resistir cresceu como jamais fora imaginado, tornando uma árvore de belo porte.
Quando todos acreditavam que estavam diante de uma sombra da mais expoente de todo o bosque. Veio um fungo sorrateiro e atacou sua seiva vital. Ela resistiu, e resistiu todos aqueles dias diante de todas as intempéries, mas infelizmente não teve jeito, desfaleceu se muito e em coma veio ficar. Ao ponto de quase morrer, tornando se uma árvore pálida sem folhas e de aparência desagradável de se olhar.
Rapidamente um especialista fora chamado, ele tomou todas as providências, a podou, a adubou, e tratou das bactérias e dos fungos e todos os presentes aguardaram os dias seguintes esperançosos de verem nascerem novas folhas e brotos. Nada nasceu e nem brotou. Aos poucos ela foi deixada de lado até que não mais a notaram, até que seu ríspido caule que era puro cerne veio à ruína.
Grande dor e sensação de perda nesse momento afloraram-se no semeador, como se a morte tivesse ali naquele momento com seu manto negro e funesto tornado a senhora absoluta daqueles ares.

Mas o que ninguém sabe é que ficou uma pequena raiz, livre de todos os fungos e vírus, ou seja, lutando para sobreviver e ela e sua luta fora lavada em uma água impar ao alcance de todas as árvores e se fez nova e renascida, assim sendo transplantada no Bosque da Vida.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Terceira Rogação


Terceira Rogação:
Oh Grande Espírito Santo, digno  de amor, pois vos testifica o filho e enaltece o Pai.
Conhecedor que sois, sabeis de minhas dores.
Em verbetes não preciso me aventurar, em risco até tropeçar.
Pois bem aventurados são os que vêem a Vossa Glória.
Não gosto de maldizeres e nem tão pouco de tolos e vãos pensamentos que não me leva a nada, que desaparecem em marolas levada pela leve brisa.    
Brisa que defronta monte culminante que em atividade constante se sede ao agir do Pai e não mais me assola.
Nem frescor e nada a modular, nada físico não seria esse ou tal elemento a se classificar!  Não pode. A não ser que nem a mim mesmo sei enganar. Quanto mais, Vós.
Nada quero pedir, nada quero desejar.
Dos manjares já saboreie e dos deleites já gozei.
Em renovo me vez mesmo depois de tudo que a entorpecente besta trouxe, erradamente eu os desfrutei. Que grande tristeza me trouxe.
Como só eu, que vós sabeis, que, dessa cicuta me afastei.
Somente abrevia se for de Vossa vontade, afaste a nevoa, pois, escuro está. Triste o inimigo se ira e contra mim se levanta, mas grande és Tu, ó Pai da gloria que me fortalece.
Não quero afasta da luz, agora que a conheço, pois dela não mereço me fortalece e me dê à direção para que não me desvie nem para a direita e nem para a esquerda.
E na ignorância  até sim mereço estar, mas se fores de Seu agrado, e achares cheiro suave  ou a chance de tê-lo olha a vosso servo somente com  seu poder para me ungir e blindar me diante do mal que jaz nessa terra.

Creio no filho amado, cordeiro fiel que não abandou suas ovelhas diante do lobo, e Nele e através Dele lhe imploro humildemente. Amém!


Perseverança


Perseverança
A renovação se inicia como em um alvorecer de primavera onde a esperança é revitalizada como as forças da natureza que se rejuvenescem nesta estação, a saudade é diminuída com o novo ânimo que se exala e o amor glorificado e perpetuado por um coração alegre que serve ao Pai.
A esperança se torna realidade diante de uma nova conquista; de uma qualidade de vida melhor, em uma nação  injusta, que jamais de seu filho furtará a glória desse momento, porque a autoridade vem do terceiro céu onde habita O Altíssimo, e se é assim nada é maior sobre e debaixo da terra.
A saudade antiga vilã, tão escrupulosa, não é tão dolosa como outrora. Os espaços vazios e a distância que  separara e as pessoas que porventura estivera entre nós, já não me incomodas, pois todas as distâncias foram estreitadas e alinhadas. E tu amado e querida família mais ao seu lado posso estar.
Não sei nem como escrevinhar e muito menos entre tais linhas especificar e qualificar um sentimento tão nobre e intenso. Até mesmo porque já diz a velha e surrada e previsível expressão: “o amor é algo para ser sentido”, além, claro, de ser compartilhado, dividido e vivido e não descrito em versos e poemas.
Nada por mais bem colocado e posicionado chegará próxima da essência dada e não somente dádiva, mas abençoada Pelo “O Grande Arquiteto”.


E mesmo que se levasse uma traulitada descomunal em meu invólucro craniano, mesmo que, brevemente comprometesse em todo e ou parcialmente tal sistema nervoso, assim mesmo não seria suficiente ao ponto de abalar o meu sentimento por ti meu Senhor, pois minha alma em seu leito se encontrou com o Pai, zele dela porque em suas mãos a entrego, pois somente a Ti confio.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Segunda Rogação


Segunda Rogação
Queria eu ser corajoso o suficiente, para assim ser mais justo;
Queria eu ser apenas um homem mais obediente, para assim ser mais temente;
Queria eu apenas a humildade, para, mas caridade praticar;
Queria eu ser menos prepotente, para de braços cruzados não ficar;
Queria eu tirar das ruas todos os sem tetos e em um lar colocar;
Queria eu amparar todos os “sem isso e aquilo” e tudo lhes acrescentarem;
Queria eu que o dinheiro não fosse fonte de ganância, mas meio de bonança;
Queria eu que todos falassem a mesma língua, a mesma dos anjos;
Queria eu que todos tivessem a mesma religião em Cristo, o Jesus nosso Salvador e não em Baal;
Queria eu um mundo sem fronteiras e sem porteiras;
Quero eu, ó Pai! A força e amor que Vós tendes para vedes seus filhos se degradarem. Mesmo assim dizer: “vinde a mim os fracos e oprimidos, que Eu os aliviarei”.

Ó Pai, quero sirvo, pois sem ti morro e não tenho fôlego. Obrigado por estender Sua mão com poder sobre mim, ó Pai. E em nome do Apaziguador de todo o sempre eu digo assim sejas.

terça-feira, 23 de julho de 2013

Primeira Rogação


O texto Primeira Rogação, foi escrito por mim em um momento em que me encontrava em meio um pântano de pecados e embriagado nos braços de filhas do Pai que também lhe eram dignas de arrependimento e se entregar a Deus. Estive perdido, mas  pela Graça do Jesus Cristo, e interseção de parte de minha família, e dá de Cristo, da qual hoje pelo seu amor faço parte buscou junto ao Espírito Santo o meu resgate e hoje dou graças a isso ao meu bom Deus.
Segue:
Primeira Rogação
Ser Onipotente, Pai de todos os filhos de Adão!
Glória é Vossa e a vida e a morte Lhe pertencem.
A mim pobre ser que despreza o dom de viver;
Que mesmo sabendo, que sou manipulado, manipular, manipulei.

Ao despreparo do meu espírito nessa casca.
Ou da ignorância, sob o véu, que me vedas.
A mesma alma que deseja se  evoluir e no deleite se entrega.
A mera vontade e aos rompantes desse vaso podre e cheio de limitações.
Que do puro ego me compraz, em tolo sabor, amargo e salgado.
Soberba, agora sei que, nela me atolei.
E comigo levo seres que precisam se encontrar com o Criador.
Doces criaturas cada qual com sua glória:
Uma é a filha dedicada e complicada que coração em brasa sangra;
Outra a Filha desiludida e fervorosa que o matrimonio lhe aguarda, sem saber se isso ela quer;
E por final a que se ilude no cavalheirismo e estratégias de sedução de quem teme a solidão.
As três Maria, ovelhas sem pastor, que, perdidas na selva de lobos à noite estavam, e gramíneas longe há de encontrarem, mais não o mesmo sabor.
O leão, que, Cordeiro deveria ser, por pura satisfação esqueceu-se de agir como tal e ser,
Agora arrependido parece estar, seu coração sangra e suplicas faz;
Pois, o peso de suas ações que além de o castigarem agora o dilacera sua carne e consome sua alma.
Perdão a Ti Senhor venho buscar... Benevolente, Ser Misericordioso, não sei se me deves perdoar.
Pois, só a Vós,  cabe  o perdão, se graça achar no teu servo;
Mas abre-Lhe seu Santo coração e nessas horas o pegue em Vossas poderosas mãos.
 Conduza-me para longe dessa psique de confusão.
Pois, de retidão glória e felicidade a nós, foi reservado, e desviado dessas veredas me encontro e ao Seu encontro desejo regressar.

A saudade da Sophia, que sem ela, de Ti me afasta, somente com a Vossa sophia todo véu se rasgará, em Sua Glória retornarei estar!
Alex Ribeiro Müller

Águas Lindas de Goiás, 22 de julho de 2013.

domingo, 24 de março de 2013

Princípios de Um Bom Relacionamento


Os Cinco Princípios de Um Bom Relacionamento

Nós seres humanos infelizmente julgamos nossos semelhantes constantemente, seja voluntariamente ou não. Às vezes por vários motivos e diversos temas como: religião, trabalho, status sociais, ou mesmo por raça, que é pior em minha opinião.
E quando somos julgados não gostamos, reagimos e achamos que ninguém tem o direito de se meter em nossas vidas. Justo!
Porém, cada dia, muitas pessoas, acredita na solidão, e o mínimo possível de convívio social, por essas e outras circunstâncias estamos tendo cada vez mais adeptos e indivíduos que acham e se vêem dentro desse estilo de vida. Prova disso são pessoas que se relacionam mais virtualmente, através das inúmeras ferramentas disponíveis e acessíveis com o avanço tecnológico como a internet e suas redes sociais, telefonia e seus torpedos e entre outras formas. E cada vez menos fisicamente.
Certo ou errado isso não importa, devemos refletir e vermos se não somos nós que criamos tais situações e condições para que fiquemos isolados de nossos pares, amigos e parentes e mesmo das pessoas que acreditamos que amamos, pondo em conflito relacionamentos e liquidando a estrutura familiar como a conhecemos, em um passado não tão distante.
Não fique buscando desculpas e culpados nenhum deles é responsável, mas sim você, senhor ou senhora de seus atos. Seja por negligência, ou descaso ou mesmo pelo simples fato de não ligar, porque tudo pode estar banalizando a sua volta.
Todos os relacionamentos, generalizando mesmo, sejam eles de cunho sociais, afetivos, profissionais, familiares e mesmo amorosos, têm e deve ser levado a finos tratos, você tem que estar disposto a investir em tal empreitada, levando em conta no mínimo quatro princípios:
1.  Dedicação;
2.  Confiança;
3.  Respeito;
4.  Liberdade;
5.   Temor a Deus.
 Costumo dizer que esses são à base de qualquer coisa que você faça na vida.
Dedique algum minuto de seus dias para se não disser de sua vida a pessoa que esta ao seu lado, aos seus amigos a sua família principalmente. Antes de você dizer que as amam, embora até acredite quando proferem tal palavra.
Confie e por acreditar não faça imediatamente o pré-julgamento, mesmo se você achar no direito de receber atenção, carinhos, preocupações, bem querer isso ou aquilo de uma forma geral.
Respeite o tempo de cada individuo de reações, suas decisões e seus rompantes e suas atitudes, isso os levará a confiar em ti;
Saiba que não é por aí que funcionam as normas de um bom convívio e de harmonia. Lembre se das quatro regras de convívio e as pratique.
liberdade às pessoas que lhes cercam não as sufoque, não fiquem cobrando isso e aquilo constantemente dê tempo ao tempo, às coisas funcionam tudo ao seu tempo, o que tiver de ser será, é como se o universo fosse arquitetado para tal evento e nada pode fazer em relação a isso é jeito de Deus Trabalhar.
Em temor o ser que se encontra com Deus, que se dá por meio de nada além da fé, e uma vez com o encontro tem todos os outros argumentos antepostos e a glória do Espírito Santo que dá testificação e a direção de Deus, também o sustenta em sabedoria para viver harmonicamente um com os outros e os amando como a si mesmo.
As suas peculiaridades, suas diferenças lhe faz necessárias, pois afinal ninguém é igual a você, ninguém vive em função de você e estão disponibilizadas integralmente a vós. As pessoas vivem suas próprias vidas, então antes de qualquer coisa deixam-nas em suas convicções e procurem se possível fazer parte desse estilo, mas sem hipocrisia, afinal se as amam devem aceita-las com de fatos elas são.
Quando falamos nessa tal liberdade, automaticamente ela deve vir acompanhada de respeito e responsabilidade, pois respeitar é permitir que as pessoas tenham as suas liberdades. Terem suas liberdades não significa que deva agir inconsequentemente, pois deves ser responsáveis com os sentimentos de seus companheiros.  
O respeito não é tão somente, aceitar a crença, a profissão e as opiniões de seus parceiros e pessoas de seu convívio é também crer e querer que a as pessoas ajam com você dos mesmos jeitos e formas que as tratam.
E quando tu vives assim, você tem que confiar nas pessoas, deve julgar menos e acreditar mais nos julgamentos delas ao seu respeito, pois se vive retamente e as aceitam como elas são. Qual é seu medo? Não tema. Nada de errado está a fazer, caso alguém acredite nisso, converse com ela, explica de forma gentil e cordial como você ver essa situação, dialogue e mesmo depois de agir assim e essas pessoas não mudam seus conceitos as ignorem, significa que as não merecem seu respeito, seu carinho e sua dedicação, mas ore por elas com temor a Deus.
Porque dedicar a uma pessoa é algo muito carinhoso, é um gesto de gratidão por ter aquela pessoa na sua vida, isso é uma forma de demonstração de amor, é demonstrar que é grata por ter aquela família, aquela carreira, aquela profissão. Mas, todavia com moderação, com o cuidado para isso não virar uma obsessão, afinal quem aguenta, que, por tanto se dedicarem, muitos se perdem e acabam por não enxergar a barreira da liberdade doutros e quando se vêem estão intrometendo de forma prejudicial ao bom convívio de um relacionamento.

Agindo assim não será um ser maravilhoso e perfeito, não se iluda, mas será sim uma pessoa mais compreensível e amistosa e conseguintemente terás um estilo de vida bem mais simples e feliz. 

segunda-feira, 18 de março de 2013

Direitos vs Liberdade




De acordo com a Constituição Federal do Brasil, são garantidos como direitos indissolúveis dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, que se constitui em um Estado democrático de direito e tem como benefícios dessa prerrogativa os seguintes fundamentos conforme seu Artigo Quinto, eis alguns incisos:
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
I - homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição;
II - ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei;
III - ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante;
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
V - é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;
VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;
VII - é assegurada, nos termos da lei, a prestação de assistência religiosa nas entidades civis e militares de internação coletiva;
VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;
X - são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;
Então logo pensamos se temos direitos como a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade; então somos livres?
Pensar o Direito é pensar em Liberdade; é viver a Liberdade. Mas, contudo essa é uma situação que historicamente é conflitante, embora tenhamos o direito de nascer, crescer, viver, cultuar a um Deus ou a deuses... e morrer além dos assegurados pelo direito, de um jeito ou outro, a liberdade sempre será limitada e sempre buscaremos por mais liberdade.
Seja pelo fato de sermos meros humanos que além de dormirmos, bebermos e nos alimentarmos diariamente somos factíveis de erros e acertos. Ou seja, na maioria das situações temos que errar diversas vezes para almejar os loros de uma luta, da conquista e a correção dos mesmos, um prêmio que muitas das vezes é chamado de liberdade.
Um exemplo clássico, esse mês comemorou o Dia Internacional da Mulher, então em alusão a essa data comemorativa fica a seguinte pergunta:
Os Direitos que as mulheres adquiriram lhes garantem uma ampla Liberdade?
Com certeza a maioria das pessoas responderá que não, mas se perguntarmos a uma senhora com mais de sessenta anos de vida se as mulheres hoje têm mais liberdade que as de seu tempo, certamente ela vai falar que sim.
Cria neste momento um paradigma, entre liberdade e direitos, somos livres de pensarmos mais de agirmos nem sempre.
Temos o Direito de ir e vir, mas temos a Liberdade de ir e vir? Outro paradigma.
Ser livre é quase um estado de espírito, quando queremos muito uma legislação, um reconhecimento disso ou daquilo e demais coisas que geralmente são coletivas e claro que têm as pessoais, como a maior idade legal. Qual jovem adolescente não acredita que terá liberdade ao atingir tal maioridade. E sabemos que com isso virá direitos e deveres, e esses deveres na maioria das pessoas causam certa frustrações e uma sensação de ter sua liberdade e direitos aliciados contra si.
Então começa o ciclo continuo da busca da Liberdade e do Direito.
Exemplos disso alguns temas atuais e polêmicos:
·       Abortos;
·       Casamento homo efetivo;
·       Adoção de crianças por homossexuais;
·       Liberação de alguns narcóticos e entre outros exemplos.
Temas impensáveis e conseguintemente sem interesses de se colocar tais assuntos em pauta, nas décadas de 40 e 50, mas hoje é diferente e querendo ou não muitas pessoas as discutem, pois suas liberdades os permitem e seus direitos somente serão resguardados quanto tais assuntos forrem apreciados, discutidos e aprovados ou não pelas autoridades competentes.
Então reflita o que são liberdade e direito pra você.
No campo cristão temos uma legislação a Bíblia Sagrada, a qual nos aconselha sobre todos os assuntos e nos revela o preço de cada transgressão e o galardão de cada boa ação.

Amamos e servirmos a um Deus justo e maravilhoso, mas se ele nos deu tal pátria porque com ela não agimos como na igreja onde somos todos, cada um uma junta de um corpo, ligados entre si e por cabeça Jesus Cristo; seria assim diferente na nação? As leis de Deus jamais passarão, mas a Constituição não. Com isso não pense que sou contra a autoridade constituída, quero dizer se os termos constituintes ferem os cristãos, há outro meio de se reverter isso através de diálogos nas esferas legais, para adequações e mudanças necessárias. A começar por você.